fbpx
RESIDÊNCIA C&L

VEJA MAIS

visao, terra, audicao, fogo, ar, tato, agua, olfato

projeto

Residencial

Arquitetura

A9

Local

PIRAQUARA/PR

Área

200,00m²

Ano

2017

Gerenciamento de execução

A9

Fotos

Vinicius Moscatto

Paisagem serrana para fins de semanas inesquecíveis

O cenário é paradisíaco: um terreno elevado na região metropolitana de Curitiba, em meio à vegetação da Mata Atlântica e com vista privilegiada para um lago. Nesse terreno de 10 mil m2 repleto de verde e recém-comprado por um casal do Rio Grande Sul, havia uma residência que foi utilizada como ponto de partida para o novo projeto que criamos.

A ideia dos proprietários era reformar o local para construção de uma casa de fim de semana, um espaço aconchegante para receber amigos e familiares com conforto e que fosse bem equipada para hospedar convidados e oferecer apetitosas refeições – uma das paixões do casal.

Como é de se esperar, o clima na serra é frio, com vento e umidade. Nosso desafio foi criar uma atmosfera rústica e campestre, que estivesse integrada à paisagem deslumbrante do sítio, mas ao mesmo tempo oferecesse calor, luminosidade e acolhimento.

Cenário paradisíaco para fins de semana em meio à Mata Atlântica

Ponto de encontro e inspiração

A antiga casa contava com pouca iluminação natural, além de ambientes isolados e tímida exploração da vista. Com isso, uma das primeiras etapas foi derrubar algumas paredes para ampliação do espaço.

No térreo, desenvolvemos um grande vão livre, em que a cozinha integra-se à sala, em um amplo e convidativo espaço. Para isso, nossa solução foi a laje atirantada, que permitiu esse ambiente generoso mesmo sem nenhum pilar. A estratégia possibilitou também uma maior flexibilidade de execução da planta no andar superior, pois a técnica distribui o peso com eficiência e não requer que as paredes de cima estejam alinhadas com o pavimento de baixo.

Amplitude em um ambiente agregado e sem pilares

A área de convívio foi totalmente ressignificada, passando a contar com forno à lenha, churrasqueira, lareira e ampla entrada de luz com grandes portas e janelas, possibilitando contato visual com a área externa. O espaço garante momentos agradáveis de lazer ao proporcionar conforto térmico e também por utilizar materiais acolhedores, como piso estruturado de madeira e tijolinho à vista.

Ainda no térreo, além de uma grande varanda, o espaço conta também com lavanderia, um banheiro e dois quartos. O segundo andar mantém a identidade bucólica e campestre, prezando pelo bem-estar e conforto, com duas suítes voltadas ao lago, a principal atração da bela paisagem natural.

Aquecimento estratégico

Ocupando um lugar de destaque na sala, a lareira foi construída a partir de um estudo acadêmico para melhor aproveitamento e circulação do calor, garantindo um aquecimento mais eficiente do que versões tradicionais desse equipamento. Outra solução criativa foi a utilização da chaminé do forno a lenha. O duto que sai da cozinha e sobe em direção ao telhado, passa antes pela suíte do casal no piso superior e prepara o aposento para um repouso muito mais quentinho e confortável.

Brilho do Sol por toda a casa

A área da escada que liga os dois pavimentos reúne também algumas soluções de engenharia e iluminação, afinal ela foi instalada aproveitando o vão da torre construída para abrigar a caixa d’água. No alto dessas elevadas paredes, janelas com caprichados detalhes em serralheria permitem a entrada de luz natural com incidência de raios de diferentes lados. Com essas aberturas, garantimos que a luminosidade do andar superior chegue à região central da casa, trazendo claridade e amenizando o frio e umidade tradicionais da serra.

Janelas na torre da caixa d’água garantem iluminação natural

Desafio logístico superado

As decisões nos projetos arquitetônicos passam também por uma leitura e análise de todas as condições do ambiente para as obras. Neste caso, trata-se de uma casa no topo de um morro, no meio da Mata Atlântica, em uma localização de difícil acesso e com chuvas constantes. Neste cenário desafiador, elegemos materiais e métodos construtivos que facilitaram a logística, como pré-fabricados de rápida instalação. Com isso, reduzimos contratempos ao mesmo tempo em que promovemos uma construção precisa, ágil e limpa.

Já os revestimentos feitos com técnicas de primeiro mundo, como o telhado shingle e o siding vinílico, também foram eficientes no processo da reforma, com ganho de tempo na execução e diminuição de refugo da obra. Essas escolhas, além de proporcionarem embelezamento da casa, são extremamente funcionais para a inércia térmica. E vale lembrar ainda que auxiliam em outras duas situações importantes quando o assunto é casa de campo: reduzem a necessidade de manutenção e facilitam a limpeza.

Toque pessoal e capricho nos acabamentos

Apesar de ser uma casa nova, ela foi recheada de memórias afetivas. Grande parte da mobília veio de uma antiga chácara do casal, no Rio Grande do Sul. E vários elementos da decoração foram garimpados em viagens que fizeram pelo mundo, como luminárias da Turquia e da Bahia, pergaminho do Egito, entre vários outros detalhes que proporcionam uma sensação de aconchego ainda maior.

O capricho também pode ser visto nos móveis feitos a partir de madeira de demolição, na escadaria com iluminação embutida, nas molduras das portas e janelas, na serralheria e na escolha cuidadosa das cores da pintura. Nosso projeto foi criado para dialogar com todos esses novos e antigos elementos, bem como valorizar os gostos e a história de vida dos proprietários.

Confira abaixo o processo de execução desta obra.

O Que Fazemos e Metodologias

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?